AL recebe outros 51 profissionais cubanos pelo programa Mais Médicos

01/12/2013 13h43

Grupo desembarcou na manhã deste domingo (1) em Maceió.
Médicos vão reforçar a assistência de saúde de 31 municípios do interior.

Mais 31 municípios alagoanos receberão na próxima quinta-feira (05) suporte de médicos cubanos para reforçar a assistência nas unidades públicas de saúde. Neste domingo (1), mais 51 profissionais vinculados ao programa do governo federal Mais Médicos desembarcaram no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Rio Largo, cidade da grande Maceió.

Nos próximos dias, os médicos irão conhecer o sistema de saúde de Alagoas, aprender para onde encaminhar os pacientes e como lidar com casos de urgência e emergências, além de entender o funcionamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A previsão é que os profissionais sigam para unidades de saúde no interior do estado na quinta-feira (5).

Com a chegada deste novo grupo, sobe para 122 o números de profissionais vinculados ao programa Mais Médicos atuando em Alagoas. A previsão é que outros 7 profissionais, que ficaram em Brasília para atualizar os conhecimentos na língua portuguesa, também sejam integrados nas próximas semanas ao quadro de médicos no serviço público do interior alagoano.

O grupo com 51 profissionais viajou em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), que após fazer escala em Maceió seguiu com outros 19 médicos cubanos para Salvador (BA).

Ao desembarcar, o médico cubano Ariel Salazar afirmou que “trabalho” é sua palavra de ordem no programa Mais Médicos. “É minha primeira vez no Brasil e ficarei em Jacaré dos Homens, no Sertão. Tenho 20 anos de medicina e aprendi um pouco sobre o Sistema Único de Saúde (SUS) aqui no Brasil. O idioma ainda estou aprendendo. No entanto, espero encontrar muito trabalho pela frente”, disse.

Já a médica Aide Alvarez está em sua terceira missão e vai trabalhar em Igreja Nova, região do Baixo São Francisco. “Ja participei de missão na Venezuela e Bolívia. Essa é a minha primeira vez no Brasil. Acredito que encontrarei uma população carente de atencão básica a saúde, por isso estamos aqui, para ajudar”, falou

De acordo com o secretário de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde do Ministério da Saúde, Mozart Sales, a conclusão do segundo ciclo do chamamento do Programa Mais Médicos dá início à avaliação dos médicos. “Com esses médicos aqui, 420 mil pessoas em Alagoas terão cobertura do atendimento médico em atenção básica no estado. Já foram realizadas 320 mil consultas nesses dois meses de  programa. Ainda não temos dados, mas em janeiro e fevereiro estaremos começando a avaliação dos atendimentos”, afirmou.

Os 31 municípios alagoanos beneficiados com a chegada de novos profissionais do ‘Mais Médicos’ são: Barra de Santo Antônio (1), Belém (1), Belo Monte (1), Branquinha (1), Cacimbinhas (2), Campestre (1), Campo Alegre (3), Chã Preta (1), Coqueiro Seco (1), Dois Riachos (2), Feliz Deserto (1), Igreja Nova (3), Jacaré dos Homens (1), Joaquim Gomes (1), Jundiá (2), Maravilha (1), Mata Grande (1), Minador do Negrão (1), Olho D’Água do Casado (2).

Além de Olivença (1), Palestina (1), Palmeira dos Índios (2), Pão de Açúcar (4), Penedo (4), Pindoba (1), Piranhas (3), Porto de Pedras (1), Santana do Ipanema (3), São Brás (1), São Miguel dos Milagres (1), São Sebastião (1), União dos Palmares (4) e Distrito Especial Indígena Alagoas e Sergipe (4).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *